Eu acredito em Father Crhistmas

No séc. XVII na Grã-Bretanha, um homem vestindo uma comprida túnica de cor verde escura debruada de pele era símbolo de Boa Vontade entre os homens na época de Natal.  A festa do solstício de inverno, conhecida como Yule era presidida pelo deus Wotan, que possuía uma reluzente barba branca e  um cavalo voador (como o cavalo alado do desenho She-ra) chamado de Sleipnir que tinha 8 patas (que se tornaram as 8 renas de Papai Noel). Acredite se quiser: Quando eu tinha uns 14 anos, todos dormiam na  casa numa noite de Natal. Eu tinha costume de ficar assistindo aos filmes de Natal que passava na TV. Havia uma clarabóia na cozinha para clarear melhor, dando para ver de onde eu estava. Exatamente á meia noite um facho de luz adentrou por alí passou para a sala onde eu estava aparecendo esta figura de um homem com uma barba, portando um cajado e emanando calma e imensa Paz. Não olhou para mim diretamente, nada falou, passou a mão diáfana pela árvore de Natal (como se abençoasse) que imediatamente tornou-se mais brilhante. Passou então para o lado direito da árvore, olhou-me com amor e subiu desaparecendo no teto.  Até então achava que a figura de Papai Noel era aquela inventada pela coca-cola. Lógico que não contei à ninguém durante algum tempo. Não acreditariam como hoje ainda não acreditam. Mas se voce deixar seu coração aberto quem sabe o que voce irá ver. Só para voce…

Imagem:  lindyevans.com  e

Imagem: picturethisgallery

~ por speciarias em 22 de dezembro de 2009.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: